As Origens do Corpus Christi

A festa de Corpus Christi (Corpo de Cristo, em latim) se originou devido as visões da freira agostiniana Juliana de Liège (1193-1258). No começo do século XIII a freira teve várias visões: entre elas a que Jesus Cristo pedira para que ela se empenhasse na criação de uma comemoração em homenagem à Eucaristia.

Juliana de Liège então escreveu a várias líderes da Igreja. Em 1246, um sínodo da diocese de Liège instituiu a festividade, mas apenas em seu território.

Entre os vários líderes consultados por Juliana estava o eclesiástico Jacques Pantaléon, que aprovou o pedido da freira e trabalhou para criação da celebração. Futuramente ele foi eleito Papa, em 1261 (com o nome de Urbano IV).

Em 1264 (algumas fontes indicam que foi em 1263), um sacerdote da Boemia, durante uma peregrinação para Roma, que estava em dúvidas com relação a presença verdadeira do corpo de Cristo na Eucaristia, celebrou uma missa em uma igreja da cidade de Bolsena, na Itália.

Durante a celebração, a hóstia se transformou em carne e algumas gotas de sangue caíram no corporal (que é um pano, geralmente de linho, usado no altar durante a missa, junto aos vasos sagrados).

Impressionado, o sacerdote escondeu carne e sangue no tecido, deixando-os na sacristia. Depois, sabendo que o papa se encontrava a poucos quilômetros, na cidade de Orvieto, o sacerdote procurou Urbano IV e narrou o acontecido.

Recuperadas as relíquias do milagre, elas foram mostradas para população, havendo uma grande comoção que tomou conta da cidade levou à construção, no anos seguintes, da grande catedral de Orvieto, onde desde então as relíquias estão conservadas.

O evento motivou Urbano IV a decidir para se instituir em 1264 a festa do Corpus Christi como solenidade a ser celebrada por toda a Igreja

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As Origens do Dia do Trabalho

Cor não tem gênero (ou "O Conto da Aia brasileira)

Filme - A Vida é Bela.