Enquanto isso no Rio de Janeiro...

Cabral mostra mais uma vez sua face ditadora e autoritária:


Agora ameaça exonerar professores em greve, algo que nem a ditadura civil-militar foi capaz de ousar fazer.
http://fmanha.com.br/blogs/emtempo/2013/10/12/estado-abre-inquerito-e-pode-demitir-400-professores-sepe-reage/



Este é parte do grupo de professores do Colégio  estadual Mendes de Moares, Ilha do Governador - RJ, que já estão respondendo por "processo de abandono de cargo". Alguns desses professores pertencem à essa escola há 10, 15 e até 20 anos.
São 28 professores, sendo 4 com 2 matrículas, ou seja, 32 processos somente desta escola.


Só lembrando: 

"A Constituição Federal, em seu artigo 9º e a Lei nº 7.783/89 asseguram o direito de greve a todo trabalhador, competindo-lhe a oportunidade de exercê-lo sobre os interesses que devam por meio dele defender."



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro - "A vida Verdadeira de Domingos Xavier", de José Luandino Vieira

Educação doméstica X Educação escolar no Brasil: desafios, conflitos e perspectivas.

Filme - A Vida é Bela.